Portal do Governo Brasileiro

Para Crianças e Jovens

Ao longo de toda a vida é necessário lidar com questões financeiras, pois somos agentes econômicos e nossas decisões sobre esse assunto impactarão no tempo presente e no nosso futuro. A educação financeira é importante em todas as fases da vida, e aprender desde cedo ajuda a fundamentar nossos comportamentos.

E a escola é o ambiente em que crianças e jovens adquirem não apenas conhecimentos, como também a capacidade de viver em sociedade, fazendo escolhas que influenciarão na realização dos seus sonhos e suas atitudes influenciam na sociedade.

A educação financeira, entendida como um tema transversal, dialoga com as diversas disciplinas dos currículos do Ensino Fundamental e Médio, de forma a possibilitar ao estudante compreender como concretizar suas aspirações e estar preparado para as diversas fases da vida.

Com o objetivo de introduzir a educação financeira em todo o processo de formação de crianças e jovens, a ENEF desenvolveu o Programa Educação Financeira nas Escolas, levando esse conhecimento para a educação básica.

VEJA O INFOGRÁFICO DO DOCUMENTO “ORIENTAÇÕES PARA EDUCAÇÃO FINANCEIRA NAS ESCOLAS”

ENSINO FUNDAMENTAL

Sob a luz do documento “Orientações para Educação Financeira nas Escolas”, foi desenvolvida uma abordagem pedagógica traduzida em atividades educacionais estruturadas e alinhadas ao currículo dos nove anos do Ensino Fundamental.

O objetivo é contribuir com as principais questões da escola na atualidade, construindo um pensamento em educação financeira desde os anos iniciais desse período escolar.
Além de colaborar para as áreas de conhecimento da educação financeira, a iniciativa também foi pensada para proporcionar a melhoria de desempenho dos alunos em Língua Portuguesa e Matemática.

O conjunto de livros, sendo um para cada ano do Ensino Fundamental, foi desenvolvido com base no conceito de ciclos e integrando os conteúdos formais (financeiros) aos conteúdos sociais (situações reais cotidianas da faixa etária dos alunos). Foram finalizados em outubro de 2014 com o apoio da BM&FBOVESPA (hoje, B3 – Brasil, Bolsa, Balcão, a partir da combinação entre BM&FBOVESPA e Cetip) e o Projeto Piloto aplicado em 200 escolas de Joinville/SC e Manaus/AM foi avaliado pelo Banco Mundial.

APOIADORES DO PROJETO PILOTO DO ENSINO FUNDAMENTAL:

ENSINO MÉDIO

O documento “Orientações para Educação Financeira nas Escolas” também balizou a produção dos materiais didáticos voltados ao Ensino Médio. Durante o período de 2010 a 2011 foi aplicado o projeto piloto em 891 escolas públicas de Ensino Médio de seis unidades de federação. Para conhecer os resultados deste projeto piloto, veja o documento “O impacto da educação financeira no Ensino Médio no Brasil”, produzido pela equipe do Banco Mundial, participante nesta avaliação.

Para esse público, o livro do aluno é composto por diversas situações didáticas que contextualizam os conceitos de educação financeira aplicados ao seu dia a dia. Essa proposta, além de facilitar a compreensão dos conceitos, também fornece informações e condições para que os estudantes transformem os conhecimentos em comportamentos financeiros saudáveis. O livro do professor, que espelha o do aluno, possibilita orientá-lo para discutir e aplicar as situações didáticas.

Em maio de 2014, foi lançada a Plataforma Aberta de acesso aos livros de educação financeira.

A Plataforma Aberta apresenta os materiais elaborados para o ensino médio e disponibiliza todo o conteúdo para download de forma gratuita, possibilitando que o educador escolha baixar os livros – do aluno e do professor – na íntegra ou por temas, conforme sua necessidade. Os conhecimentos adquiridos com esses materiais podem ainda favorecer a transmissão do aprendizado pelos jovens a seus familiares, além de ajudá-los a conquistar sonhos individuais e coletivos e a protagonizar suas trajetórias de vida.

O Brasil foi o vencedor do prêmio Country Award2014,na categoria regional para Américas e Caribe, concedido pela ChildandYouthFinanceInternational (CYFI). Esse prêmio laureia as realizações de autoridades governamentais para a introdução de regulação financeira voltada para crianças e jovens, além da ampliação do alcance de programas de cidadania econômica por meio de canais formais e não-formais de educação.

O prêmio foi concedido para o Programa de Educação Financeira nas Escolas – Ensino Médio, desenvolvido no âmbito da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF). O reconhecimento internacional de uma instituição como a CYFI reforça o mérito dos bons resultados obtidos na abordagem das crianças e jovens, um público-alvo prioritário da ENEF, para que no futuro os estudantes detenham o conhecimento necessário para enfrentar os desafios sociais e econômicos da sociedade e possa exercitar devidamente a sua cidadania.

VEJA OS FINALISTAS E VENCEDORES DO CYFI AWARDS 2014

APOIARAM ESSA INICIATIVA AS SEGUINTES INSTITUIÇÕES:

PROJETO PILOTO:

PROJETO DE DISSEMINAÇÃO:

Coordenação e Execução dos Programas
MEMBROS DO COMITÊ NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA (CONEF)




    FONTE
    ALTO CONTRASTE