Portal do Governo Brasileiro

Parceria e Patrocínio

Durante o biênio 2017-2018 uma nova fase nos programas implementados pela ENEF ocorreu: o desenvolvimento do ecossistema de educação financeira, visando ampliar a divulgação e adesão ao tema por diferentes públicos (alunos, professores, gestores da educação, organizações não-governamentais e outros interessados).

Essa estratégia teve três desses componentes desenvolvidos em parceria com a TV Escola, usando diferentes plataformas de tecnologia a fim de dar à educação financeira a escala necessária para alcançar milhões de brasileiros:

Campanha de Comunicação

O projeto está dividido com três produtos: série web “R $ 100 Neuras” voltada para o público adolescente; série documental “Sua Escola, Nossa Escola” que mostra experiências reais em sala de aula com projetos de educação financeira; e “Salto para o futuro”, com os apresentadores Bárbara Pereira e Murilo Ribeiro, um programa de entrevistas.

Plataforma Vida e Dinheiro

A reformulação da plataforma pretendia ser torná-la referência nacional em educação financeira contendo: conteúdo qualificado, ambiente para professores, cursos de treinamento online, biblioteca virtual e outros. Enfim, um ambiente de referência para conteúdo de educação financeira moderno, atraente e amigável, com acesso disponível a partir de qualquer dispositivo móvel (telefones celulares, tablets e outros). Algumas características da plataforma:

  • Informações sobre a rede de formação acadêmica em educação financeira;
  • Conteúdo exclusivo para download, como livros de educação financeira para escolas de ensino fundamental e médio (professor e aluno);
  • Série de 13 episódios com youtuber
  • Acesso ao conteúdo completo de ações e iniciativas de entidades governamentais e da sociedade civil que integravam o antigo CONEF, contendo ferramentas, aplicativos, tabelas, dicas sobre assuntos como: poupança, investimento, crédito, seguro, planejamento, direitos e deveres, pensão e consumo;
  • Material didático e de uso do público adulto, visando atingir os aposentados com renda de até dois salários mínimos e mulheres beneficiárias do programa Família.

Game

Consiste na elaboração de uma tecnologia educacional inovadora em educação financeira através de um jogo educativo que tem o potencial de disseminar conceitos teóricos através de linguagem lúdica e jovem, com uma versão multiplataforma. O jogo também envolve atividades para os jogadores tomarem decisões que envolvem planejamento, investimento, consumo consciente, visão de longo prazo, etc.

Rede de Educação Financeira

O quarto componente é a Rede de Educação Financeira, a constituição de polos que apoiam ações de formação acadêmica em educação financeira, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento de todo o ecossistema. Cada polo requer o estabelecimento de parcerias com Universidades e Institutos Federais de Ensino Superior, Secretarias de Educação estaduais e municipais e fundações de apoio à pesquisa com o objetivo de desenvolver um curso que atenda às demandas regionais, além de possibilitar a progressão na carreira e a certificação.

Aqui estão alguns depoimentos de nossos parceiros:

Denise Hills, do Itaú, defende o compromisso de promover a Educação Financeira.

Fernanda Francisco, gerente de comunicação da Visa do Brasil

“Contribuir para o desenvolvimento das localidades em que estamos presentes é um dos princípios norteadores da estratégia do Bradesco. Acreditamos em um sistema financeiro inclusivo que busque reduzir as desigualdades e que a educação financeira seja um caminho para atingir esse objetivo. Para o Bradesco, a educação deve contribuir para o bem-estar financeiro, evitar situações de endividamento, por meio do uso responsável do dinheiro e do crédito e estimular a poupança através de investimentos apropriados.Conscientes do nosso papel social, apoiamos instituições como a AEF-Brasil que compartilham os mesmos valores e trabalhar para tornar a educação financeira um tema relevante e transformador da realidade social brasileira ”.

Linko Ihsibashi
Superintendente de Sustentabilidade do Banco Bradesco

“O investimento social do Citi é realizado por meio de parcerias locais, por isso é possível alcançar causas sociais fundamentais para cada local onde o banco está presente. O investimento no programa de educação financeira para adultos está totalmente alinhado à missão da fundação de buscar projetos de parceiros renomados. suas áreas de foco que têm a capacidade de dimensionar e impactar o público da comunidade de baixa renda, é uma iniciativa de grande impacto, já que faz parte da Estratégia Nacional de Educação Financeira – ENEF, que faz da AEF-Brasil um dos nossos principais parceiros locais “.

Helen Fachinetti
Gerente de Relações Comunitárias e Sustentabilidade do Citi Brasil

“Sabemos que estabelecer uma cultura de educação financeira no Brasil é um grande desafio, porque a maioria da população é míope e não planeja o futuro. Portanto, entendemos que é nossa responsabilidade, como seguradora, ajudar a promover essas mudanças. na sociedade.”

Aura Rebelo
Diretor de Marketing e Canais da Icatu Seguros

“Investir em educação financeira é fundamental para o crescimento do país, a questão é a base para uma economia saudável e equilibrada. Hoje, a relação de consumo do brasileiro está doente e quanto mais cedo o aprendizado for estimulado, melhor. É durante o treinamento Na fase de alfabetização, a criança está mais disposta a formar hábitos saudáveis, o investidor desempenha um papel fundamental nesse processo, e se as contribuições feitas pelas instituições não forem bem administradas, corre-se o risco de que as práticas se percam pela metade. ”

AndréaS. Regina
Sustentabilidade Empresarial MGR LATAM DA SERASA

“Nosso interesse é reduzir a pobreza e entendemos que a pobreza também vem da falta de preparo e conhecimento de como lidar com as finanças pessoais. Não ter recursos para emergências e não saber se o planejamento aumenta a vulnerabilidade das pessoas. No caso específico da aposentados, o superendividamento causa problemas ainda maiores. A educação financeira é, portanto, uma forma de combater a vulnerabilidade social e econômica. ”

Luciana Botafogo
Especialista Sênior do Fundo Multilateral de Investimentos da FUMIN, Grupo BID

“Trabalhar com organizações que lidam com os problemas estruturais de nossa sociedade nos dá a oportunidade de colaborar com nosso conhecimento e tecnologia para encontrar soluções para eles. No caso da educação financeira, este é um passo fundamental para garantir a inclusão socioeconômica, um fator determinante no progresso e desenvolvimento do Brasil. ”

Juliana Nobre
Gerente de Projetos de Cidadania Corporativa da IBM no Brasil

Coordenação e Execução dos Programas
Em função do DECRETO Nº 9.759, DE 11 DE ABRIL DE 2019, a governança do CONEF está sendo revisitada.




FONTE
ALTO CONTRASTE